Coleta Seletiva

Reestruturação da Coleta Seletiva


No município de Ubá são coletadas, em média, 60 toneladas diárias de lixo que são encaminhados para o aterro controlado de Juiz de Fora. Um trabalho que envolve um alto custo financeiro para os cofres da Prefeitura.

Para que possamos desenvolver ações que venham ser aplicadas de forma efetiva, O projeto Reestruturação da Coleta Seletiva se faz necessário para a redução de lixo que é aterrado, conscientização da população quanto a importância de se separar o lixo em casa, preservação do meio ambiente e o aumento da renda dos catadores que sobrevivem desses materiais.

A Prefeitura é a principal responsável pela conscientização da população quanto à importância de se separar o lixo orgânico do seletivo e é por isso que a ADUBAR – Agência de Desenvolvimento de Ubá e Região, que é uma parceira do município, vem apresentar o projeto de reestruturação da coleta.

Objetivos

1-     Reforçar para a população sobre a importância de se separar o lixo orgânico do não orgânico;

2-     Melhorar a limpeza da cidade e educação ambiental da comunidade;

3-     Informar para a população os dias e horários de recolhimento do material seletivo;

4-     Promover atividades educativas e concursos nas escolas municipais com o tema Coleta Seletiva;

5-     Aumentar a renda dos catadores que sobrevivem do material reciclável;

6-     Diminuir o volume de lixo doméstico encaminhado para o aterro controlado.

A coleta e destinação de resíduos sólidos nas cidades brasileiras estão entre os principais problemas enfrentados pelo poder público municipal. A magnitude da questão, que afeta diretamente a saúde pública e compromete o meio ambiente, pode ser estimado se considerarmos que apenas 63% dos domicílios brasileiros contam com coleta regular de lixo.

Nas cidades, este serviço atinge 80% do total de moradias. Além disso, do lixo que chega a ser coletado no país, 76% é posto a céu aberto, o restante é destinado a aterros sanitários ou controlados, usinas de compostagem e uma parcela ínfima a centrais de triagem para reciclagem. Fonte: PÓLIS. A coleta seletiva do lixo. São Paulo, 1990. 36p.

É importante destacar que as prefeituras são responsáveis pela coleta e destinação final do lixo. A coleta seletiva é uma atividade de um plano de gerenciamento integrado do lixo, que pode ser executado pelo poder público, por iniciativas da sociedade com apoio do poder público e também iniciativa privada.

A Prefeitura de Ubá lançou em 2009 a Coleta Seletiva, onde a população passou a contar com um caminhão do “lixo seco” e funcionários da ECP para recolherem, em dias agendados, o material seletivo nas residências, empresas privadas e terceiro setor.

No ano de 2016 o caminhão do lixo seco foi cancelado fazendo com que a coleta do material seletivo caísse de forma drástica e nenhuma campanha foi realizada no intuito de informar a população como se daria a coleta seletiva a partir do corte do caminhão.

Coleta Seletiva

parceiros

Certa Soluções Aciubá Unimed Uba Prefeitura
Jacar Pneus Sebrae Intersind
Revista In Jornal o Noticiário Grupo Um